in silence

control3.jpg       ian.jpg

Com três letrinhas apenas se escreve a palavra estrela. Sam. Ou será Ian?

A película biográfica na qual Anton Corbijn recria (em grande parte do nada) a vida e o estilo de vida do mítico líder dos Joy Division. O filme não ferve como um 24hour Party People, nem tão pouco tem essa pretensão, mas brilha com uma intensidade silenciosa, em grande parte devido à excelente fotografia, ao irresistível preto e branco, e, sem dúvida, à magnífica interpretação do menino/achado Sam Riley. Brilhante, diria. Não porque recria convulsões epiléticas na perfeição. Mas porque consegue ser tão ou mais triste e apático do que o próprio Ian.

Ainda em síndrome pós-Control, este Atmosphere parece não querer sair-me da cabeça.

People like you find it easy,
Naked to see,
Walking on air.
Hunting by the rivers,
Through the streets,
Every corner abandoned too soon,
Set down with due care.
Don’t walk away in silence,
Don’t walk away

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: