Do feminino

« Todo o ser humano do sexo feminino não é, portanto, necessariamente, mulher; cumpre-lhe participar dessa realidade misteriosa e ameaçada que é a feminilidade. Será esta segregada pelos ovários? Ou estará cristalizada no fundo de um céu platónico? Bastará um saiote de folhos para fazê-la descer à terra? Embora certas mulheres se esforcem por encarná-lo zelosamente, o modelo nunca foi registado. »

Simone de Beauvoir in O Segundo Sexo (1949)

No ano do centenário do seu nascimento ela e outras mulheres que ousaram fazer ouvir as problemáticas da (des)igualdade do género durante toda a história da ‘home(n)idade’ serão lembradas no Congresso Feminista que arranca na próxima quinta-feira em Lisboa.  No último Câmara Clara um interessantíssimo tête à tête com a historiadora Irene Pimentel e Rui Zink abriu a semana em que a UMAR – União de Mulheres Alternativa e resposta organiza o evento, oitenta anos volvidos e muito soutien queimado depois do último, em 1928.

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: