Uma flor exótica no Coliseu

One, Aimee Mann

“Uma sala grande demais para uma songwriter talhada para espaços mais intimistas. Uma banda competente mas sem rasgos. Uma Aimee Mann certinha, que não deslumbrou mas de quem nós continuamos a gostar. Uma noite que prometia mas que não chegou a aquecer. Foi assim o regresso da autora da banda sonora do filme Magnolia a Portugal, que tocou no sábado, 18 de Outubro, no Coliseu.”

in Disco Digital

É certo que os temas do filme eram os mais esperados. E foram deliciosos, sobretudo esta cereja no topo do bolo chamada One. Igualmente bom foi descobrir velhos temas e o novo disco @#%&*! Smilers, sendo que gostei mais dos temas sombrios como Little Tornado e, como ele fez notar durante o concerto que me presenteou, apesar da competência da banda ela vale mais só do que acompanhada. Porque aquela voz, a simpatia – e empatia – e a guitarra folk bastam para encher um palco. Como o fez para tocar Red Vines, escrita sobre Paul Thomas Anderson, o realizador de Magnolia. Foi bom, ficamos contentes. E não caíram sapos do tecto do Coliseu.

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

One comment

  1. andre

    Eu vou, eu vou….
    Vem ver o meu blog… http://melhoresmusicas.blogs.sapo.pt

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: