Taschen made in Portugal

Diz que não é coleccionador mas não resiste quando tropeça numa raridade. Multiplicam-se as entrevistas a Joaquim Paulo, o homem que fez da colecção pessoal de vinis um projecto de vida, decidiu propôr a ideia de reuni-lo num livro à melhor editora de livros de arte do mundo e um dia recebeu um telefonema de um tal de Sr. Benedikt Taschen. O resultado foi o recém lançado «Jazz Covers», a obra que reproduz cerca de 700 capas de vinis de jazz, dos anos 1940 a 1990, da discoteca pessoal do português.

Orgulho-me de dizer que este já cá canta na estante. É a história do jazz na história da música na história da arte empacotada num livro gigante “com cara de” LP. 496 páginas, perto de 700 discos, com fichas técnicas, comentários e entrevistas que contextualizam historicamente cada vinil, e é “apenas” uma selecção dos 25 mil títulos de Joaquim Paulo, profissional ligado à rádio em Portugal há mais de duas décadas e fundador da Mad About Records. Durante os últimos dois anos Paulo seleccionou os discos e compilou testemunhos de personalidades-chave como Rudy Van Gelder, o engenheiro de som que gravou álbuns para a Blue Note ou para a Prestige, o produtor de jazz Creed Taylor ou o designer Bob Ciano. Apesar do jazz remeter para os EUA a escolha inclui discos da Argentina, Brasil, Polónia, Roménia ou Reino Unido. Da galeria de eleitos fazem obrigatoriamente parte Miles Davis, Chet Baker, John Coltrane, Ornette Coleman, Count Basie, Ella Fitzgerald entre muitos outros. Segundo o Diário Digital a selecção “exclui artistas portugueses e vai apenas até aos anos 90, por causa do declínio das edições de música em vinil e da rápida ascensão do digital, com o CD”. É portanto uma oportunidade única que não passa apenas por revisitar capas de discos mas também por conhecer a cumplicidade inerente entre designers e artistas, designers e música, música e arte gráfica.

Playboys (1956), Chet baker & Art Pepper

Fotos: Peter Gowland

Desingn: Chuck Hyman

Birth of the Cool (1949), Miles Davis

Foto: Aram Avakian

Skies of America (1972), Ornette Coleman

Desing: Ed Lee

Dreams (1968), Gabor Szabo

Design: David Stahlberg

Lucky Strikes (1964), The Lucky Thompson Quartet

Design: Don Schlitten

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

3 comments

  1. Joaquim Paulo

    Espero que oiça jazz enquanto folheia o meu livro

  2. Arjan Bannink

    Hi Joaquim,

    by a coincidence found out about this great book and your contribution. Have you seen the album covers of DJ Maestro’s Blue Note Trip and what do you think of the artwork?

    Kind regards and wish you a good weekend,
    Arjan (dutch but from Lisboa : )

  3. joaquim paulo

    claro, telefone-me tenho todo o prazer em ajudar. o jazz é uma paixão ontem, hoje e sempre.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: