Supercalifragilisticexpialidocious post

julie1 julie2

É e sempre será uma das caras mais reconhecíveis do cinema de sempre. É também com carinho que constato que ela esteve, esta tarde, em dois dos nossos canais generalistas ao mesmo tempo: na RTP como a eterna Fraulein Maria no clássico imortal de Robert Wise The Sound of Music/Música no Coração (1965) e na SIC como rainha Clarisse Renaldi em The Princess Diaries/O Diário da Princesa (2001) de Garry Marshall. Devo dizer que o primeiro foi um vício para mim quando era mais pequena, ainda hoje consigo traulitar alguns dos temas, e Julie a mais encantadora e avant gard das nannys tanto nesse como no magistral Mary Poppins (1964). E parece que foi esse o papel que se lhe entranhou na pele desde sempre, diria eu pelo encanto no trato, a elegância na voz, a doçura irreverente no olhar. A presença de Julie nem sequer se ficou por estes dois filmes na nossa televisão este Natal. Tanto como nanny como como rainha também chegou ao nosso pequeno ecrã nos filmes Eloise at Christmas Time/O Natal de Eloise (2003) e Shrek (2001).

E mais palavras para quê? Um supercalifragilisticexpialidocious 2009 a todos.

Mary Poppins (1964)

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: