Michael Jacskon 1958-2009

Tal como muita gente eu não consegui acreditar à primeira. Então tive de esperar até às 3h da madrugada para perceber. De facto, como dizia o jornalista da CNN, Michael Jackson é uma daquelas pessoas que pensamos que nunca vai morrer. 

Hoje o mundo do espectáculo e da música perdeu um dos seus maiores ícones. É com estranheza que, apresar de nem ser fã, sinto alguma tristeza. Acho que pelo respeito pelo grande artista que marcou a minha como tantas infâncias (e não só) por esse mundo fora, mas também pela pena que sempre me despertou. Pena pela infelicidade que sempre teve estampada no rosto.  

Há uns anos um excelente documentário da BBC calou algumas perguntas que me faziam estranhar o homem, apesar de apreciar o artista. Nomeadamente o vitiligo, a doença de que padecia. Nunca fui seguidora mas respeito as pessoas que tal como Michael Jackson, tal como Madonna, chegam onde chegaram, movem montanhas, aquecem corações, iluminam a alma de pequenos e graúdos, ricos e pobres, através da música.

Assinalo o dia histórico em que a voz doce de Jackson se calou com o meu tema e vídeo favoritos do Rei da Pop: 

EarthMichael Jackson

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: