É um mp3? É uma consola? Não! É o E-book!

Depois de passar os olhos pela blogosfera e ver trezentas mil referências a esse novo brinquedo/fenómeno chamado Kindle, não posso deixar de confessar a minha estranheza, até preocupação. Os motivos são óbvios. Mas aproveito para partilhar o choque dela em relação a isto:

« Já tenho o meu leitor de ebooks, um BeBook, há quase um ano. Ao fim do segundo dia já não passava sem ele. É leve mas leva 4 GB de livros, revistas e textos – o suficiente para 40 mil horas de leitura furiosa. Só é preciso recarregar a pilha de cinco em cinco dias. Nunca aquece nem pisca.
Como o ecrã é preto sobre cinzento lê-se facilmente à luz do sol mais brilhante. E pode-se ler quanto se quiser sem cansar os olhos. Tudo coisas que os portáteis e os telemóveis não conseguem fazer. O BeBook não serve para nada senão para ler.
É como ler fotocópias a preto e branco em meia página A4. Borra as fotografias, mas o tipo de letra pode-se substituir e aumentar. Não é bonito nem fofo nem cheira a tinta. Mas lê-se muito bem. Só é preciso gostar de ler. Quando se fica minimamente absorto esquece-se o que se tem na mão. E é essa a ideia de ler, ou não? »

Miguel Esteves Cardoso, no Público

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

2 comments

  1. Sinceramente já fui mais contra os e-books do que agora sou, embora nada substitua o livro. Sobre o Kindle dizem-me que é uma pequena maravilha e eu acredito, não para ler livros porque não estou a ver a conseguir ler livros daquela maneira, mas sim para ler as imensas revistas ou fanzines que proliferam pela net afora, e também para alguns artigos de blogs ou de jornais on-line.

  2. Inês Fernandes

    Acho que realmente nenhuma tecnologia irá substituir o livro (não falo em termos de mercado), mas gostei desta ideia pelo motivo de se poder ter imensa “letra” num só objecto. Outra coisa que será de apontar como positiva, embora ainda apenas nos EUA, é a facilidade de compra através da ligação com a Amazon. Eu cá, pelo menos por enquanto, vou continuar com as páginas de papel, mas não digo que não aderirei um dia ao kindle.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: