Não é preciso ser visionário

« Dir-se-ia que nos querem condenar a viver numa espécie de pesadelo simétrico ao da personagem de Jim Carrey no filme The Truman Show/A Vida em Directo (1998), de Peter Weir [cartaz do filme]. Aí, a televisão colocava-o num cenário artificioso e idílico, fabricado para ser confundido com uma realidade espontânea, não manipulada. Agora, massacram-nos com uma realidade que é sempre feia, suja, degradada e catastrófica. Depois, fazem concursos para nos lembrarem que somos muito felizes.»

João Lopes no Sound & Vision

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: