Xangai

Como Zhōngguó (China) é “País do Meio” e Beijing “Capital do Norte”, Xangai significa literalmente “Sobre o Mar” e foi, e é, porto dos mil encontros entre a China e o Ocidente. E isso nota-se.

A Torre Pérola Oriental, na área financeira de Pudong, é o cartão de visita da gigante metrópole desde 1995.

.

O passeio pedonal pelo colonial Bund, às margens do Huangpu, rasga, ao mesmo tempo que deslumbra, a cidade em duas metades. A alguns metros fica a Cidade Velha.

.

Zona histórica, talvez a mais genuína de toda a cidade onde, apesar do charme, alguns dos seus incríveis 20 milhões de habitante ainda vivem em condições surrealmente precárias.

.

.

.

.

.

Quanto a comer, nas mais singelas tasquinhas, a qualquer hora do dia ou da noite, é possível comprar uma boa refeição por apenas 10 Yuan (1€) para comer no local ou pedir “ta pao” e levar o repasto para o hotel. Pauzinhos incluídos.

.

Normalmente é feito na hora e por vezes mesmo à vista do freguês, como este jovem chef, aparentemente fã de punk rock, apanhado com as mãos na massa enquanto fabrica os meus deliciosos noodles.

E como se não bastasse a cidade em si como pretexto, a Expo é a razão do passeio a Xangai para muitos turistas. Não fui a excepção.

Sobre esta saga, o Hélder (d)escreveu aqui, e muito bem, como se passa um dia (que foi o nosso) na Exposição Mundial.

.

Sem ter obviamente conseguido visitar todos, nem coisa que se pareça, os pavilhões da Holanda e o do Reino Unido, com a sua Catedral das Sementes, foram sem dúvida os favoritos.

.

.

.

.

Visualmente mais espectacular à noite, o pavilhão de Portugal não ficou atrás. Finalmente a representação do meu país sem o recurso ao fado, à saudade e ao passado. A não ser àquele cruzado com o da China, por motivos óbvios.

.

Não fossem a porra dos pastéis de nata made in China e a total ausência de portugueses a dar a cara pelo espaço luso e estaria perfeito.

De resto, a excelência do desfile arquitectónica prosseguiu a Oriente.

.

.

.

.

.

Infelizmente, duas horas de fila durante todo o dia de um e a necessidade de pré-reserva de outro desmotivaram a visita aos pavilhões de Macau e da China.

.

Valeu a deliciosa surpresa da actuação do Grupo de Danças e Cantares de Macau à porta do “Coelhinho”. Chineses a dançar rancho – impagável.

As zonas ajardinadas e o pavilhão do Chile foram outras duas boas surpresas numa Expo competente mas sem grande sal.

.

A fotografia no pavilhão sul-americano é, ao contrário do que possa parecer, um tecto. Uma autêntica”casa de pernas para o ar” num dos pavilhões que certamente melhor ilustra a vida nas cidades e o desenvolvimento urbano, tema central do evento.

.

E de volta às ruas de Xangai. O passeio por um dos magníficos e bem cuidados parques da cidade…

.

…a visita ao Museu de Xangai – na foto, um vaso em cerâmica da Dinastia Ming com vários séculos de idade…

.

…e, era uma vez um Museu de Arte Contemporânea escondido entre o arvoredo do Parque do Povo.

Mas como nem tudo são rosas:

Uma zaragata à chinesa, depois de um funcionário da EMEL lá do sítio atirar com a placa de madeira onde escreve directamente ao carro de um cidadão que provavelmente tentava escapar à multa.

Bulha que, precisamente por ser chinesa, não passou da ameaça a vias de facto mas que eu calculo que seja bastante comum por estas bandas a ver pelo total, absoluto e completamente irritante desrespeito por TODAS as regras de trânsito.

.

Um pouco mais a sul, ‘smells like western spirit’ na Concessão Francesa.

.

De ‘vermelho’ só mesmo souvenirs e um Museu, ao qual já não sobrou tempo de visitar.

.

E o passeio terminou com um copo de vinho (mau) na mão a ouvir jazz (razoável), cantado por uma chinesa, num bar da muitíssimo recomendável Taikang Lu, zona célebre pelos belos bares e restaurantes em ruelas tão apertadas quanto charmosas, repletas de galerias de arte e lojas de perdição.

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: