Saramago em Macau

“Ao saltar uma vedação a fim de encurtar caminho, como se ainda me encontrasse na flor dos meus ágeis 70 anos, não levantei o joelho esquerdo tão acima quanto conviria, do que resultou enganchar-se a ponta do sapato numa das correntes de ferro que rodeiam o recinto, e aí se estatela o autor do ‘Evangelho’, por assim dizer à porta da igreja [Ruínas de São Paulo, Macau] com todo o jeito de ir pagar finalmente com os ossos os insuportáveis sacrilégios e heresias que no segregado livro debitou”

in “Cadernos de Lanzarote” (1998)

.

Vale a pena ler A Macau que Saramago descreveu da Maria Caetano, no Ponto Final.

Advertisements

About Filipa Queiroz

Jornalista. Nascida em Coimbra, criada em Braga e a viver em Macau.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: